Palmeiras ‘prepara’ Libertadores contra Ituano

Depois do empate no Clássico da Saudade, contra o Santos, o Palmeiras começou se preparando técnica e mentalmente para sua estreia na Copa Libertadores, contra o Júnior Barranquilla, da Colômbia. E apesar da importância do jogo de quarta-feira (27 de fevereiro) contra o Ituano, contando para o Paulista – mais ainda depois da cedência de pontos contra o Peixe – a verdade é que a posição do Verdão no Paulista é relativamente confortável, e o adversário da vez relativamente acessível. Mas cuidado: o Ituano está no 2.º lugar do Grupo D, com 11 pontos.

O momento atual do Verdão

A equipe treinada por Luiz Felipe Scolari vem de dois empates a zero gols, contra o Santos e a Ferroviária. O objetivo de Felipão é, sem dúvida, melhorar a eficácia atacante da equipe, que marcou apenas 7 gols nos primeiros 8 jogos de 2019, o que é um dos piores resultados das últimas décadas. Só mesmo a eficácia defensiva da equipe vem aguentando a posição e o estatuto do Palmeiras no Paulistão.

De qualquer forma, o limite de inscrições do Paulistão impede que Arthur Cabral possa fazer sua estreia e ser testado, o que não acontecerá no futuro, e nomeadamente na Libertadores. Borja e Goulart não estão no seu melhor e Deyverson se encontra suspenso, o que vem condicionando a eficácia do setor atacante.

Júnior Barranquilla

Não sendo um dos clubes mais conhecidos ou bem cotados do continente, o Júnior foi o vencedor do “Torneo Finalización” de 2018 e isso inspira respeito a qualquer adversário. O clube contratou recentemente o meia Matias Fernandez, vindo do México e que já passou pelo futebol europeu, no Sporting Lisboa. Há poucas semanas, houve também a notícia de que o clube estaria interessado na contratação de Guerra, jogador do Palmeiras.

Mais importante que isso, o Júnior vem de uma excelente série de 7 jogos sem perder. Felipão que se cuide.